Olha o que TEM DENTRO dos FILTROS DE LINHA

Fala meus queridos, bem-vindos a mais um texto onde vemos o que TEM DENTRO dos FILTROS DE LINHA! Resolvemos abrir alguns “filtros de linha” disponíveis no nosso mercado. Para mostrar na prática sobre os riscos de sair instalando essas aberrações para nossos clientes e até em nossas casas!

Cara, na boa, olha isso! Só pra te dar um gostinho do que está por vir:

o que TEM DENTRO dos FILTROS DE LINHA

Você acha que esse pedacinho de arame aqui dentro suporta 10A? É brincadeira, “né”?

Pois é, notei que infelizmente esse risco está presente em muitas instalações elétricas. As pessoas são leigas quanto a eletricidade. E, as vezes, querem apenas “resolver o problema” sem pensar nos problemas futuros que poderão surgir.

Então, vou mostrar pra você três modelos de filtros existentes no mercado. Dois que “prometem certas proteções” e um que realmente protege de verdade. Vou apontar o que você deve analisar na hora de instalar isso aí em qualquer lugar. Ok?

O que TEM DENTRO dos FILTROS DE LINHA – Primeiro exemplar:

Nesse primeiro exemplar, notamos que existe apenas um arame interligando os bornes de tomada. Dá pra acreditar nisso?

  • A André mas olha que legal! Ele conta com um fusível!

Galera, fusível não protege contra surtos, ok?

O que tem dentro do SEGUNDO EXEMPLAR?

Já nesse segundo exemplar, tem algumas melhorias em relação ao anterior. Já não é mais um simples arame, tem uma barrinha de condução, só que ainda é bem fina. Porém, podemos observar que existe uma interligação com um cabo muito fino, menos que 1mm² entre as barras. Além dessa ligação estar no fim das barras.

O correto seria derivar antes de alimentar as barras.

Dá pra ver também dois varistores conectados entre a fase e o neutro diretamente na barra com uma solda muito simples. Primeiro, que os varistores não estão nem ligados entre fase e terra.

Se tem aterramento, porque ligar entre fase e neutro apenas?

Segundo, que não tem nenhum circuito eletrônico antes do varistor. Estão conectados direto na barra e por uma “solda porca”. E terceiro, que os varistores estão conectados no fim da barra. Então, se acontecer de vir um surto nesse dispositivo, as tomadas anteriores ao varistor não estão protegidas! Isso tudo compromete a eficiência da proteção.

TERCEIRO EXEMPLAR – o que TEM DENTRO deste FILTROS DE LINHA?

E o terceiro modelo, já de cara, dá pra afirmar que o fabricante não tem “nada a esconder”! Tanto que eles também fornecem alguns modelos na opção transparente, como esse aqui, o CLAMPER Energia 8. A gente não precisa sequer abrir pra ver os componentes eletrônicos e circuitos internos. Além de ser construído em material com características de não propagação e auto-extinção do fogo.

Nesse exemplar, eu destaco as barras de condução. Por conhecer e instalar barramento pente nos quadros, preciso nem fazer cálculos. Visualmente, já posso afirmar que a espessura dessa barra aqui é capaz de conduzir os 10A prometidos na embalagem.

Os cabos de alimentação também são de cobre e tem seção nominal compatível com a corrente. Possui chave micro disjuntor que desarma ao detectar sobrecargas.

André, DENTRO desse FILTRO DE LINHA não tem fusível!

Fusível, é sério isso?!

Esse cara aqui tem um micro disjuntor. Para quê você quer fusível, cara?

Caso haja uma sobrecarga será somente necessário rearmar manualmente a chave. Não precisa trocar fusível.

LED que indica “proteção ativa”

Ele tem também um LED que indica “proteção ativa”.

Mas o que é isso?

Como ele é um DPS, logicamente tem vida útil. Caso um surto danifique o equipamento, ele apaga esse LED indicando que deve ser substituído. Não deixando seus aparelhos desprotegidos.

Tem também outro LED!

Presta atenção agora! Esse aqui nunca vi em nenhum outro filtro. Esse outro LED indica de terra presente. Por exemplo: Digamos que você conecta o Energia 8 em uma tomada de 3 pinos na parede. Se esse LED acender, tem aterramento. Se não acender, não tem. Falta o cabo de terra, simples! É um “dedo duro do bem”!

A linha iCLAMPER de “protetores portáteis” tem inúmeras soluções. Inclusive, já mostrei muitos deles aqui no canal. E ao mostrar essas soluções muitas dúvidas surgiram. E uma dúvida que muita gente teve foi:

“O surto pode vir pela rede telefônica ou de TV?

A resposta é sim, pessoal!

Tanto na rede de TV quanto na de telefone, possuímos os cabos. Que são os condutores. Então, eles também “são capazes de conduzir surtos infelizmente”.

Por isso, a CLAMPER produz a proteção completa para redes elétricas, de TV e telefone. Inclusive tem como clientes grandes operadoras nacionais de TV, telefone e internet. E, por isso também, a CLAMPER é parceira aqui da Engehall. E além de líder nacional no segmento de proteção contra surtos, oferece produtos que eu confio e recomendo aos meus clientes.

Agora quero saber de você

Alguma vez você precisou abrir algum equipamento para mostrar pro cliente os riscos que ele está correndo em instalar “qualquer coisa” por aí?

Espero que tenha gostado e aprendido mais essa!

Muito obrigado, meu querido! Até breve…

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

Posts Relacionados:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.