Choque elétrico – Primeiros socorros! 

choque elétrico primeiros socorros

Bom, como você sabe, o grande propósito da Engehall é garantir a segurança e qualidade nos serviços prestados pelos nossos alunos. Pensando nisso, o assunto do conteúdo de hoje é CHOQUE ELÉTRICO – Primeiros socorros

Dito isto, vamos te mostrar um trechinho do nosso treinamento de NR10, com foco na parte prática de primeiros socorros. Além disso, contamos com um convidado, o enfermeiro Marcelo. 

No exemplo que trouxemos, vamos te mostrar na prática como deve ser realizado os primeiros socorros em caso de choque elétrico. 

Então, se o seu objetivo é ser um eletricista profissional competente e garantir a segurança em seu local de trabalho, não perca nada sobre o assunto de hoje. Nós vamos te mostrar todos os caminhos para se tornar um profissional diferenciado. 

Vamos lá? 

Como identificar os riscos de choque elétrico e isolar a área? 

 

Num primeiro momento, quando chegamos na fase de acontecer um choque elétrico, um socorrista deve observar os riscos e identificar a segurança do ambiente. Ou seja, verificar se existem fios soltos, sinais de fumaça, cheiro forte de produtos, entre outros. 

Esse é um dos momentos mais importantes, pois o objetivo principal é evitar que o socorrista se torne também uma vítima em caso de acidentes elétricos. 

Neste caso, é necessário interromper imediatamente a alimentação de energia e retirar possíveis cabos e objetos próximos da vítima por precaução, utilizando materiais isolantes como: 

  • Pedaços de madeira seca;
  • Borracha;
  • Plástico;
  • Entre outros. 

 

É importante reforçar que, se necessário, vale sinalizar o local para alertar as pessoas próximas. Além de chamar a ajuda necessária para resolver da melhor forma aquela situação. 

Mas antes de te contar como você deve acionar ajuda nessas situações, vamos te lembrar a importância de conhecer a norma regulamentadora. Isso porque ela é a garantia de que o profissional irá atuar com máxima segurança possível e evitar que esse tipo de imprevisto aconteça. 

Dito isto, aqui na Engehall nós preparamos um curso NR10 completo, com todas as informações que você precisa para ser um profissional respeitado no mercado da Elétrica, basta colocá-lo em prática. 

Como devo acionar ajuda em caso de choque elétrico? 

Nesse momento, o socorrista deve acionar o serviço local de emergência, informando os dados já observados anteriormente, tanto do local quanto das condições e gravidade da vítima. 

Peça imediatamente auxílio ao serviço de emergência disponível em sua cidade, ligando para 192 (SAMU) ou 193 (Corpo de Bombeiros). Se estiver sozinho e tiver um telefone celular, coloque-o em viva-voz e siga as instruções do atendente.

Logo depois de acionar a ajuda necessária, é o momento de contar com o conhecimento dos profissionais para avaliar o estado de saúde da vítima. 

Quais são as condutas corretas do socorrista em caso de choque elétrico? 

A primeira conduta do socorrista é identificar se a vítima está respirando e consciente. Verifique se a vítima responde a algum estímulo, como chamá-la pelo nome, e observe se o peito se eleva. 

Caso a vítima não reagir, o socorrista deve aplicar um estímulo doloroso, como um beliscão. Em seguida, verifique a coloração da pele da vítima.

Para casos de parada cardiorrespiratória, ajoelhe-se ao lado da vítima e exponha completamente o tórax dela. 

Posicione as mãos corretamente no centro do tórax e aplique compressões torácicas, mantendo a velocidade recomendada de 100 a 120 compressões por minuto.

Agora que você já sabe o que fazer, é importante destacar o que você não deve fazer ao realizar os primeiros socorros em uma vítima de choque elétrico. 

O que não fazer ao realizar os primeiros socorros? 

Lembre-se de não fazer compressões desalinhadas, em pé ou semi-sentado. Além disso, evite fazê-las com a vítima deitada sobre colchões ou almofadas. 

Desse modo, você deve usar a técnica correta, com as mãos posicionadas adequadamente, e não demore mais de dez segundos para retornar às compressões após qualquer procedimento. Mantenha um ritmo constante e evite pressões lentas ou rápidas demais.

Lembre-se: A segurança em casos de choque elétrico é fundamental, e essas orientações podem fazer a diferença entre salvar vidas ou agravar a situação. 

Por isso, é importante que todo eletricista profissional mantenha-se informado e treinado para agir de forma eficaz nessas situações de emergência.

Conclusão

Nós sabemos que para ser um eletricista profissional reconhecido é fundamental manter um empenho e dedicação para não ficar desatualizado em relação aos outros colegas de trabalho. 

No entanto, isso é só um dos pontos importantes. Além dele, o eletricista também precisa se dedicar em relação às normas regulamentadoras, só com esse conhecimento, ele pode garantir a sua segurança e a de seus clientes. 

Além disso, é fundamental que este profissional não se esqueça de ficar atento às tendências do mercado, as dicas de atuação e aprender com os melhores mentores disponíveis no universo da Elétrica. 

Bom, na Engehall você encontra tudo isso. Por isso, não perca mais tempo para conhecer agora mesmo o nosso curso completo de Eletricista Profissional. Venha se tornar o diferencial do mercado!  

 

Para essas e outras dicas, acesse o nosso canal do youtube. Lá, nós estamos sempre presentes com os melhores conteúdos e as maiores dúvidas da Elétrica. 

Espero ter ajudado. Um grande abraço e até o próximo conteúdo, 

Picture of André Mafra

André Mafra

Engenheiro Eletricista, sócio da Engehall Elétrica e Apresentador do Canal Engehall Elétrica, o maior canal que ensina elétrica na América Latina.