Conector Wago – mude o seu jeito de MONTAR QDC!

Se tem uma pergunta que a turma vive fazendo é se o conector Wago é para cabos de até 6mm² só? 

Não tem para cabos de bitola maior, não?

Agora o bicho vai pegar, meu velho, porque hoje você irá conhecer um conector a mola que suporta cabos de até 25mm²!

Bom, quem conhece um pouco sobre eletricidade industrial sabe que a maioria das conexões em tomadas industriais são feitas em plugues convencionais. Certo?

Agora, o que você acha de substituí-la por uma conexão inovadora que possui montagem e desmontagem bem simples? Elimina a possibilidade de choque elétrico e mau contato. Além de ser mais compacta e por um preço ainda melhor?

conector Wago

CLIQUE AQUI para se tornar ELETRICISTA PROFISSIONAL!!!

Conector WAGO – Conheça a Linha 832

Galera, a WAGO lançou no BRASIL a linha de conectores 832 que já de cara serve pra muita coisa. Mas, particularmente, achei uma excelente opção para substituir esses plugs industriais. E separei cinco motivos para te explicar o porquê!

Vantagem Nº01

A primeira vantagem observada foi a dimensão reduzida desse terminal. Pois ele possui menos da metade do tamanho de um plugue convencional. E não se engane pelo tamanho, meu amigo! Pois, além dele possuir 4 bornes de entrada, ele suporta cabos de até 25 mm² e correntes superiores a 76A!

  • Mas só tem ele para 4 bornes?

Não! Você encontra também modelos com 2, 3 e 5 bornes pra comprar. Vai da sua necessidade!

Vantagem Nº02

A segunda vantagem observada foi a rapidez da instalação. Eu necessito apenas de um decapador de cabos, nada mais. Nem a chave de fenda a gente vai usar. É só decapar na dimensão recomendada na lateral que é 19mm, levantar a alavanca, conectar e baixar a alavanca. Pronto! Esse conector traz uma redução de mais de 90% no tempo de instalação. Top demais, não é?!

Vantagem Nº03

A terceira vantagem observada foi a facilidade de conexão e desconexão. Para conectar basta apenas eu fazer um encaixe. E, para desconectar, eu preciso apenas apertar as “travinhas” laranjas da lateral e puxar o meu conector. Ah! E essas travas laterais evitam uma desconexão acidental.

  • Não solta nem por reza braba!

Vantagem Nº04

Já a quarta vantagem observada foi a segurança. Ele é todo isolado e não temos acesso às partes vivas, que são os pinos energizados. Além disso, esses conectores são livre do mau contato e não permitem de forma alguma a inversão de polaridade. Pois há somente um sentido de encaixe o que acaba evitando um curto circuito acidental também.

E outra coisa, os plugues da linha 832 possuem grau de proteção IP20, sem contar que esse plug também é a prova de vibração e variações de temperatura, ele aguenta o tranco mesmo!

5ª vantagem do Conector Wago

E a quinta vantagem é, geralmente, a dúvida de muitos: o preço. Pessoal, a turma da Wago garantiu que os preços serão bem competitivos. E serão bem mais baratos que os plugues industriais convencionais que já estão no mercado. E, em breve, os conectores 832 estarão em todas as lojas que você já compra conector Wago!

Olha que coisa boa! A partir de agora, então, você vai ter mais uma opção de conector para emendar cabos de até 25mm², certo? Pensa só: dá para usar até dentro da caixa de passagem pra fazer a conexão dos cabos no padrão de entrada. Acabou aquele trabalhão de ficar apertando conector split bolt, mais a fita auto fusão, mais a fita isolante… Os meus problemas estão resolvidos agora!

conector Wago 832

Pois é, mas não existe desse conector a mola para cabos acima de 25mm²?

A boa notícia é que existe sim!

Provavelmente você já deve ter visto esse tipo de borne a parafuso como este aqui na entrada de algum painel industrial certo? Eles são muito usados até hoje!

Agora o que você acha de fazer essa mesma conexão de uma forma mais prática, rápida e, o melhor, livre de manutenção?

  • André isso seria um sonho!

Que sonho que nada, meu velho, os bornes que vou mostrar agora são brutos pessoal, suportam cabos de até 185 mm² e correntes superiores a 350A, que tal isso?

conector Wago Power Clamp

Esse CONECTOR WAGO é capaz de CONECTAR cabos de até 185MM²

Então, galera, a Wago mandou pra gente testar aqui os bornes Power Cage Clamp de alta corrente para trilho DIN. Esses bornes suportam condutores de até 185mm² e correntes de até 353A tanto na fase, quanto no neutro. Já para conexão de aterramento, usamos esse borne verde amarelo, que aceita cabos de até 120mm². O suficiente para os padrões industriais!

Através dessa nova solução, você pode perceber que foram adicionados os blocos terminais de fase e neutro. Eles permitem a conexão rápida com segurança e confiabilidade para condutores de 50 a 185 mm². Isso sem a exigência de manutenção ou reaperto… e isso é muito top! Pois os problemas da falta de reaperto nessas peças podem causar a queima dos cabos e gerar incêndios. Prejudicando toda a instalação e principalmente colocando em risco a vida das pessoas. 

Uma curiosidade é que esses bornes foram projetados para serem montados em trilhos DIN 35 X 15mm. Ou podem também ser fixados diretamente nas chapas. Para isso, o modelo precisa ter flanges laterais. Se for usar trilho DIN é recomendado que ele também seja de cobre para garantir a conexão do aterramento nos bornes de terra.

Agora você deve estar perguntando:

Mas, André, como eu faço para conectar os cabos nesses bornes a mola?

Olha só, você pode encaixar facilmente o bloco de terminais no DIN e removê-lo sem muito esforço usando uma chave de fenda. Além de que esses bornes podem ser encaixados em ambos os lados do trilho. Isso facilita o manuseio de condutores difíceis de dobrar! Especialmente em espaços reduzidos, como em painéis de controle, por exemplo.

O condutor não requer nenhuma preparação, ou seja, não precisa de usar terminal na ponta dos cabos. Isso já é excelente, pois você precisa apenas decapar o cabo na medida certa conforme os moldes que ficam na parte de cima.

Como fazer a conexão adequada dos bornes do CONECTOR WAGO?

Chegou a hora, então, de garantir uma conexão adequada. Já entendendo as secções dos bornes separadamente. Olha só:

Cabos de até 35mm²

Esse borne menor suporta cabos de até 35mm². Para abrir a mola, você deve utilizar uma chave de fenda. Encaixe-a sobre o orifício superior e gire no sentido indicado até o final. Em seguida, aperte o botão laranja para travar a mola do borne. Isso deixará suas mãos livres para inserir o condutor. Aqui é só inserir o condutor decapado em aproximadamente 25mm, ou seja, 2,5 centímetros e girar a chave novamente no mesmo sentido. Você sente o botão laranja destravando e liberando a mola. Daí automaticamente a conexão tá feita!

Cabos de 10mm² a 50mm²

Já esse outro borne aqui é um pouco maior e aceita cabos de 10mm² a 50mm². Mas, se o cabo estiver sem terminal, dá pra colocar até um cabo de 70mm² aqui. Para abrir a mola é no mesmo orifício sobre o borne. Porém, nesse aqui, usamos uma chave allen e não mais apenas uma chave de fenda. Gire no sentido indicado até o final. Aperte o botão laranja e pronto! O borne está aberto e pronto para inserir o cabo. Como o cabo é de maior seção que o anterior, para esse borne, a Wago recomenda a decapagem de 30mm na ponta do condutor.

Cabos de 25mm² a 95mm²

Bom, subindo mais um pouco o nível. Ou melhor, a seção do cabo, esse borne aqui atende cabos de 25mm² a 95mm². Aqui a brincadeira começa a ficar mais séria, rapaz. O processo de abertura é o mesmo, inclusive usamos a mesma chave allen. E mais uma vez a diferença é que devemos decapar 35mm na ponta dos cabos para garantir a conexão.

Cabos de 50mm² a 185mm²

E, por fim chegou o bruto da turma, o borne a mola que aceita cabos de 50mm² a 185mm². Como esse aqui é transparente, dá pra gente ver como funciona a mola. A pressão que ela exerce sobre o borne ao passo que giramos a chave é incrível. Aqui vamos testar o torque com um cabo de 150mm². Decapado a ponta dele 45mm, é só inserir o cabo, girar a chave no mesmo sentido e pronto! Tá feito a conexão, simples assim! 

Mais benefícios…

Depois disso, o condutor estará em segurança e principalmente bem preso. Afinal essa é a principal vantagem dos bornes a mola em relação ao borne tipo parafuso. Pois não haverá problemas de ter um aperto ideal e com certeza não necessitará de reaperto.  Ah, e independente da habilidade do operador, também é muito fácil remover o condutor. Pois você deve inserir a chave allen e girá-la no mesmo sentido do aperto e quando chegar ao final é só retirar o cabo.

Se você quiser interligar esses terminais, você ainda pode utilizar esse jumper que fica logo acima da entrada do cabo. Inclusive, ele suporta correntes de até 309 A. Esse jumper fica separado do borne de entrada do cabo. Com isso, o fato de usá-lo não diminui a seção do cabo no borne.  E uma curiosidade, se você precisar verificar a tensão, testar continuidade, etc, tem ainda um plugue de teste de 4 mm². Olha só que maravilha!

Segurança

Gostei também da segurança dessa peça. Afinal, estamos falando de condutores de alta potência. Logicamente, a corrente aqui será bem alta também. Além das tampas de sinalização, que indicam que o circuito está energizado. Evitando contatos acidentais. Tem outra sinalização que alerta as pessoas sobre a não inserção de dedos na entrada e saída do borne. A pressão da mola é muito forte, capaz de decepar um dedo em caso de falha humana. 

Conector Wago vai mudar seu jeito de MONTAR QUADRO de DISTRIBUIÇÃO!

Galera, as conexões de neutro e terra dos quadros elétricos geralmente são feitas em barramentos do tipo parafuso, porém nelas nós encontramos alguns pontos negativos, como por exemplo:

  • A gente gasta mais TEMPO apertando parafuso por parafuso nesse barramento.
  • É recomendado usar terminais tubulares na ponta dos cabos para uma melhor conexão.
  • Os parafusos dilatam conforme a variação da temperatura. O que pode, no pior dos casos, iniciar até um incêndio. Prejudicando toda a instalação e colocando a vida das pessoas em risco.

Conversando com a galera da Wago, descobri que esse conjunto é composto por:

  • 01 borne Top Job S de 3 vias (1 entrada e 2 saídas), para cabos de até 16mm², 
  • 01 Suporte da linha 221 para cabos de até 6mm², 
  • 02 conectores da linha 221-615 de 5 vias para cabos de até 6mm². 

A ideia então é usar essas peças aqui para substituir os barramentos.

Primeiramente, você deve lembrar que eu devo possuir 2 conjuntos. Sendo que o que possui o borne Top Job S na cor azul será utilizado nas conexões de neutro. O outro na cor verde e amarelo deverá ser utilizado para as conexões de aterramento.

Desse modo, meus amigos, você deve encaixar os conectores 221-615 de 5 vias cada no suporte de cor laranja da linha 221. Depois você deve fixar todo o conjunto no trilho DIN. 

Logo após, você deve conectar o cabo de entrada de até 16 mm² na entrada do borne Top Job S. E interligar as 2 saídas de até 6mm² nos 2 conectores 221-615. É como se você fizesse um jumper ou também chamado de ponte. Notem que ficam disponíveis 4 vias em cada conector para a ligação e distribuição dos circuitos. O que totaliza 8 vias para as conexões de neutro e 8 vias também para as conexões de terra

Por fim, você deve apenas conectar os demais cabos de neutro e terra dos demais circuitos da instalação nessas vias dos conectores e pronto!! Fácil demais, né?!

Pessoal, lembrando que esses conectores 221-615 de 5 vias tem capacidade para 41 A cada. Então, como você pode utilizar dois conectores desse em cada suporte, temos o limite total aqui de 82 A.

Tá, mas e aí? qual a vantagem do conector Wago nisso, André? 

Pessoal, de cara eu já notei duas vantagens de utilizar essas peças durante o fechamento de quadros elétricos:

  • A primeira delas é a SEGURANÇA. Afinal, elas são imunes à variação de temperatura. Garantem a total isolação, já que não tem parte viva do cabo exposta. E o melhor de tudo, evita retrabalho nosso como o próprio reaperto de parafusos né?
  • A segunda delas é a ECONOMIA DE TEMPO. Pois essas peças dispensam o uso dos terminais de conexão e são facilmente encaixadas no trilho DIN do quadro. Então, você já ganha na economia de materiais e no tempo de montagem. Além de não necessitar de ferramenta de crimpagem, certo?! Segundo a fabricante, as alavancas nos conectores 221-615 proporcionam uma economia de tempo de até 90% na montagem em relação aos parafusos!

Está visto, então, que o conector Wago é uma excelente opção para as suas instalações. Compensa demais você passar a aderir, pois é garantido a qualidade e segurança. Isso sem falar no acabamento que o conector Wago dá!

Meus queridos, agradeço por você ter lido esse texto. AQUI você pode adquirir o nosso curso e se tornar um ELETRICISTA PROFISSIONAL!

Um forte abraço e até a próxima!

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

Posts Relacionados:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.